Compartilhando conhecimento.

Marcadores

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

sexta-feira, 10 de março de 2017

Símbolo da Engenharia Civil

Qual o símbolo adotado pela Engenharia?

O símbolo utilizado é a imagem da deusa romana Minerva, que é filha de Júpiter. Segundo mitologia não tem mãe. Saíra da cabeça dos deuses, completamente armada, já adulta. Além de padroeira das artes úteis e ornamentais, tanto dos homens — como a agricultura e a navegação — quanto as das mulheres — como a fiação, tecelagem e os trabalhos de agulha —, era também uma divindade guerreira; só protegia, porém, a guerra defensiva e não simpatizava com o selvagem amor de Marte pela violência e pelo derramamento de sangue.

Escultura da Minerva. Autor: Auguste Marie Taunay – Paris (França), 1768
Fonte: (Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro IHGB.)

Por que a Minerva acabou virando símbolo da Engenharia?

Na mitologia Minerva era a deusa da sabedoria, do conhecimento, da guerra, das artes, da estratégia militar, da música e da indústria. Sua equivalente na mitologia grega era a deusa Atena.
Minerva sempre é representada com um capacete na cabeça, escudo no braço e lança na mão, porque era a deusa da estratégia de guerra.  E sempre tendo junto de si um mocho e vários instrumentos matemáticos, por ser também deusa da sabedoria. Destarte, adoto-se a Minerva como símbolo oficial dos engenheiros. O símbolo normalmente representado por uma engrenagem que rodeia a deusa, conforme na imagem abaixo.


Alguns consideram que a Minerva sintetiza a profissão do Engenheiro Civil, por um lado, por representar a sabedoria, a criação, e por outro lado, a ação, a batalha, aspectos presentes no dia-dia do engenheiro, não em termos literais. Pois, o engenheiro precisa possuir conhecimento e inteligência em saber aplica-lo (ação), para enfrentar diversos problemas reais aos quais se confronta no exercício da profissão (batalha), profissão tão importante ao desenvolvimento sustentável e inteligente.
Infelizmente algo percebido pelo enfraquecimento da educação, em geral, no Brasil, é uma insegurança latente em alguns profissionais, quanto a autonomia intelectual e de execução exigida, algo que muitas universidades não conseguem instigar, ou fornecer. Os problemas aos quais são expostos no dia-dia do engenheiro, são diversos, dinâmicos, e de múltiplos assuntos, e até áreas de conhecimento, obviamente que a experiência se adquire ao longo da vida profissional, mas algo que deve-se entender: para errar todos estamos sujeitos, e certamente irá acontecer, e serão oportunidades para quem desejar aprender com os seus erros, e quem for inteligente o bastante, com dos outros, estudando constantemente.
Lembre-se que há diversas maneiras de fazer algo, a maneira escolhida por você não será a única, a absoluta e a melhor. Voltando o raciocínio sobre a insegurança, algo que diminui é a dedicação ao que se propõem fazer, e aprender a se superar dia após dia, assim tornando os erros em níveis pequenos e desprezíveis a luz do trabalho efetuado, da melhor forma possível. Claro que ao me referir aos erros foram no geral, mas agora sobre os projetistas estruturais, comento que os erros cometidos devem ser mínimos, que sejam em nível que não coloquem a estrutura em nenhum risco estrutural, pois há vidas sempre em jogo.
Por fim, usem os instrumentos e conhecimentos para as batalhas cotianas da melhor forma possível, preservando a natureza e a vida.


Editado: 08/07/2017

Direitos Autorais:

Copyright © Aldo Werle. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.aldowerle.blogspot.com


Fonte: http://amitologianahistoria.blogspot.com.br/2010/08/mitologia-grega-minerva.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Minerva
http://engenhariacivildauesc.blogspot.com.br/2011/07/minerva-como-simbolo-da-engenharia.html
http://www.suapesquisa.com/imperioromano/minerva.htm
https://www.dicionariodesimbolos.com.br/simbolo-engenharia/

0 comentários :

Postar um comentário

Os comentários estão sujeitos à aprovação.